quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Fatias douradas... no forno

Este ano fiquei responsável por alguns doces. Como as fatias douradas são muito apreciadas, quis apresentar uma versão mais saudável, até porque, não gosto da versão frita. Acho muito enjoativo todo aquele óleo.
Esta opção é muito, muito boa. Fiquei fã.

Ingredientes:

1 litro de leite
150 gr de açúcar
Casca de limão
1 pau de canela
1 pão de forma de véspera, cortado em fatias
Ovos
750 grs de água
Açúcar e canela para polvilhar

Calda

500 ml de água
300 gr de açúcar
1 pau de canela
Casca de limão

Preparação:

1. Colocar o leite, o açúcar, o pau de canela e a casca de limão no copo e programar 12 min, 100º, vel. colher.
2. Verter o leite num recipiente e deixar amornar.
3. Cortar o pão em fatias e embeber no leite morno. Passar por ovo batido e embrulhar em película aderente.
4. Colocar as fatias embrulhadas na varoma e encher o copo com água. Programar 25 min, temp. varoma, vel. 1.
5. Ligar o forno a 250º, desembrulhar o pão, passar por açúcar e canela e levar ao forno até ficarem douradas.
6. Para a calda, ferver a água com o açúcar, a canela e a casca de limão durante cerca de 15 min.
7. Regar as fatias, quando a calda estiver fria.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Bolo rainha

Espero que tenham tido um excelente Natal :)
Regresso com uma receita que adorei fazer!
Inspirei-me na receita da Luísa Alexandra e correu lindamente!
Aconselho vivamente, porque o sabor não tem nada a ver com os de compra. Ainda assim, vou experimentar fazer a própria massa que serve de base, porque esta versão usei farinha preparada para brioche da Nacional.
Recheei com creme de pasteleiro, mas não gostei da versão B que vem no livro da Bimby.

Ingredientes:

500 gr de farinha preparada para brioche
230 ml de leite morno
50 gr de pinhões
50 gr de passas (hidratei em vinho do Porto)
50 gr de amêndoas
50 gr de avelãs
50 gr de nozes
Raspa de 1 laranja
2 colheres de sopa de vinho do Porto
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
Amêndoas, nozes e fios de ovos para decorar

Preparação:

1. Colocar o leite morno na MFP e a farinha e programar Massa (1h30)
2. Quando terminar o programa, juntar os frutos secos, o açúcar, o vinho do Porto e a raspa da laranja e programar mais 1h30.
3. Trabalhar a massa numa superficie enfarinhada, formando um rolo e depois dando a forma de coroa.
4. Para quem quiser rechear, cortar o topo do bolo com uma tesoura, rechear e voltar a fechar.
5. Deixar repousar 30 min. Pincelar com ovo batido, decorar com os restantes frutos secos e levar ao forno, pré-aquecido a 180º.
6. Depois de frio decorar com açúcar em pó e fios de ovos.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Trufas de chocolate negro e vinho do Porto e umas Boas Festas


Estes foram mais uns miminhos que juntei aos meus cabazes.
A receita é simples e prática. Esta versão não é nada doce, uma vez que não leva açúcar e é feita com chocolate negro. Para uma opção mais gulosa, penso que o chocolate de leite é mais indicado.

Ingredientes:

200 gr de chocolate negro (70% cacau)
100 ml de natas
2 colher de sopa de vinho do Porto
Amêndoas laminadas tostadas
Côco
Preparação:

1. Pulverizar o chocolate, 25 seg, vel. 9.
2. Juntar as natas e o vinho, 5 min, temp. 50º, vel. 4.
3. Reservar no frigorífico até ter consistência para moldar.
4. Entretanto, tostar as amêndias laminadas numa frigideira.
5. Moldar bolas e passar pela amêndoa e o côco, ou ainda por cacau em pó.

Para armazenar, fiz umas caixinhas de cartolina, envolvi em película aderente e depois embrulhei em papel crepe com uma fita e etiqueta bonitas.
Espero que seja uma boa inspiração!


Aproveito para desejar, a todos os visitantes, umas óptimas Festas!

Arroz de pato à nossa moda


Toda a gente faz arroz de pato. Uns de uma maneira, outros de outra.
Esta receita está na família há muitos anos e é, sem dúvida, a minha preferida!

Ingredientes:

1 pato
1 laranja
2 hastes de aipo
Cravinho (uso cerca de 6)
Grãos de pimenta
Sal
1 cenoura
Chouriço
1 alho francês
Arroz vaporizado (nestes pratos faz toda a diferença)

Preparação:

1. Cozer o pato na panela de pressão com a laranja, o aipo, o chouriço, o alho francês, os cravinhos, os grãos de pimenta, o sal e a cenoura, durante 30 min.
2. Retirar o pato e desfiar. Coar a água.
3. Para cozer o arroz utilizar a água de cozer o pato. O dobro da água relativamente à quantidade de arroz. Eu gosto de utilizar metade da água da cozedura do pato, e a outra metade de água normal, para não ficar muito engordurado.
4. Num tabuleiro de forno, colocar metade do arroz em baixo, o pato desfiado no meio e o restante arroz por cima. 
5. Utilizar o chouriço cozido, para colocar por cima às rodelas. Levar ao forno, 180º para tostar.
6. Servir com uma boa salada verde.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Biscoitos de canela e erva-doce


Andei às voltas este ano com a receita dos biscoitos que queria incluir nos cabazes de Natal. Algo clássico ou uma coisa mais irreverente?
Optei pelo clássico canela/erva-doce. E não me arrependi. Ficaram óptimos. Foi pena o meu dispára-biscoitos ter resolvido avariar, e com a massa já feita tive que voltar às origens e sairam assim uns biscoitos meio toscos, mas com muito sabor!
A receita é, claro está, da Luísa! Apenas acrescentei gengibre em pó!

Ingredientes:

300 gr. de farinha
100 gr. de açúcar
180 gr. de margarina (usei 150 gr de manteiga)
1 ovo
1 colher (de chá) de erva-doce
2 colheres (de chá) de canela
1/2 colher (de chá) de gengibre em pó
1 pitada de Sal
Preparação:

1. Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby e misturar 20 seg., vel. 6.
2. Programa 2 min, vel. espiga.
3. Colocar a massa no dispára-biscoitos, ou estender à mão, e levar ao forno a 180º, até estarem dourados.

Quase, quase...



... a chegar ao dia D, mostro alguns dos cabazes que vou oferecer. Estes são os mais simples, dentro destas caixinhas que encontrei na loja Casa e que me seduziram. Acho-as lindas. E nem de propósito, coube tudo na perfeição.


O azeite, o sal aromatizado e a compota aconchegaram-se sobre uma folha de papel de seda. As etiquetas que usei foram iguais a esta.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Brigadeiros de cenoura e côco


Este ano, para a festa de Natal da escolinha do meu filho, calhou à sala dele levar os doces. Pensei em várias coisas, mas depois lembrei-me de uma receita que tinha visto há tempos no blog da STA e que me pareceu mais saudável e ao mesmo tempo divertida para uma festa de crianças!
Decidi adaptar a brigadeiros, envolvendo-os em granulado de chocolate e de açúcar!
Levei também uma torta de laranja, mas não fotografei.

Ingredientes:

500 gr. de cenouras
125 gr. de côco ralado
250 gr. de açúcar
Raspa de 1 limão
Granulado de chocolate e açúcar

Preparação:

1. Cozer as cenouras a vapor e triturar.
2. Juntar o açúcar, o côco e a raspa do limão e misturar (na Bimby, alguns seg., vel. 4).
3. Levar a cozer durante 25 min (na Bimby, 25 min, temp. varoma).
4. Deixar arrefecer, fazer bolinhas e passar por granulado de chocolate, de açúcar ou côco.

Galette de frutas


Corro o risco de me tornar repetitiva, mas a verdade é que quando penso numa sobremesa, as que levam fruta ganham sempre.
E assim se fez mais uma, uma galette bem saborosa, com maçã e banana, que aconchegou o estômago no final da refeição.

Ingredientes:

1 embalagem de massa quebrada (usei caseira)
500 a 600 gr. de fruta da época aos quadrados
125 gr. açúcar fino (usei 100 gr, e mesmo assim achei doce)
3 colheres de sopa de farinha
Pitada de sal
2 colheres de sopa de manteiga sem sal (usei 1)
Açúcar amarelo para polvilhar

Preparação:

1. Desenrolar a massa quebrada e deixar respirar (fiz a receita base da Bimby, e juntei duas colheres de côco).
2. Preparar a fruta numa taça, misturando-a com o açúcar, a farinha e o sal. Envolver bem e colocar no centro da massa, deixando 5 cm da borda.
3. Espalhar a manteiga por cima da fruta e dobrar a massa por cima, fazendo pregas umas a seguir às outras.
4. Polvilhar a massa com o açúcar amarelo e levar ao forno a 180º, 20 a 30 min.
5. Servir simples, com gelado ou natas batidas.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Peitos de frango recheados com mascarpone e ervas

O frango (biológico) é das carnes mais consumidas cá em casa. É tenra, suave e presta-se às mais variadas combinações. Sendo utilizado muitas vezes, preocupo-me sempre em variar a sua confecção. Esta é uma versão que retirei da Blue Cooking.

Ingredientes:

4 peitos de frango
1 embalagem de queijo mascarpone (usei queijo creme normal)
1 colher de sopa de:

  • Hortelã
  • Salsa
  • Cebolinho

1 copo de vinho branco
2 folhas de louro
Sal e pimenta
Alho em pó (usei alho normal picado)
Azeite

Preparação:

1. Temperar os peitos de frango com sal, pimenta e o alho.
2. Numa taça misturar o queijo e as ervas picadas e temperar com sal e pimenta.
3. Abrir uma bolsa nos peitos de frango e rechear com esta mistura. Fechar com um palito.
4. Levar ao forno com o vinho, o azeite e as folhas de louro a 180º durante 30 min. Ir regando com o molho sempre que preciso.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Compota de maçã, côco e limão


Esta é uma das compotas que incluí nos meus cabazes de Natal. É bastante agradável e muito fácil de fazer. Eu utilizei a Bimby, porque facilita muito a confecção, mas pode, naturalmente, ser adaptada à versão de tacho.

Ingredientes:

600 gr. de maçãs descascadas e partidas
300 gr. de açúcar
Sumo de meio limão
2 colheres de sopa de côco

Preparação:

1. Colocar as maçãs descascadas e partidas na Bimby e triturar um pouco.
2. Juntar o açúcar, o sumo do limão e o côco e programar 30 min, temp. varoma.
3. Armazenar em frascos esterilizados e virados ao contrário durante um dia para criar vácuo.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Lasanha de bacalhau e espinafres


Desde já, peço desculpa pela ausência, mas a cozinheira tem estado doente, e sem possibilidade de vir até aqui.
Espero que agora melhore. Não dá jeito nenhum adoecer nesta altura do ano!
Mas adiante. Decidi experimentar esta receita mal dei com os olhos nela. Fica muito suave, e o sabor do gengibre faz toda a diferença. A receita é da revista de Culinária de Dezembro do Continente, e pode muito bem ser uma opção para uma ceia de Natal mais irreverente!

Ingredientes:

400 gr. de bacalhau demolhado e desfiado
0,5 dl de polpa de tomate (encontrei uma marca que não tem conservantes nem aditivos - Heinz)
1 cebola média
2 dentes de alho picados
2 folhas de louro
10 gr. de gengibre fresco ralado
100 gr. de espinafres frescos
5 dl de molho bechamel
1 embalagem de lasanha (usei massa fresca)
Queijo mozzarella ralado q.b. (usei pão ralado caseiro aromatizado com alho e coentros)
Azeite q.b.
Sal e pimenta q.b.

Preparação:

1. Refogar a cebola, o alho, o gengibre e o louro no azeite, durante 5 min.
2. Juntar a polpa de tomate, envolver e tapar durante 2 min.
3. Juntar o bacalhau e deixar cozinhar durante 7 min, sem tampa.
4. Rectificar os temperos e juntar um pouco de água ao molho de tomate caso esteja demasiado espesso.
5. Num recipiente de forno, colocar um pouco deste preparado na base. Fazer uma camada com as palcas da lasanha, seguida de uma camada de bacalhau e de espinafres e assim repetidamente até terminar.
6. Cobrir a última camada com béchamel e polvilhar com o queijo.
7. Levar ao forno pré-aquecido a 160º durante 40 min (a massa fresca cozinha mais rapidamente).

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

An apple a day, keeps the doctor away!


E se assim é, há que comer muitas maçãs. Todos os dias uma. Para evitar idas ao médico!
E se juntarmos várias numa tarte, melhor ainda.
Esta receita é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a! É da Gasparzinha e está no meu top 10 de tartes de maçã.
E além de óptima, é tão simples de fazer, que nem dá para acreditar.

Ingredientes:

1chávena de chá de farinha
1 chávena de chá de açúcar (para a próxima reduzo um pouco, achei muito doce)
1 colher de sopa de canela em pó
4 a 5 maçãs descascadas, fatiadas fininhas
180 g de nozes trituradas - opcional (não coloquei)

1 chávena de chá de leite
1 ovo
1 colher sopa de manteiga

Preparação:

1. Misturar num recipiente todos os ingredientes secos.
2. Distribuir numa tarteira sem fundo amovivel, em camadas alternadas, a mistura seca e as maçãs fatiadas, terminando com maçã.
3. Bater com a varinha mágica ou na Bimby, o leite, a manteiga derretida e o ovo e cubrir a tarte com esta mistura líquida.
5. Cozer por 30 a 40 minutos em forno pré-aquecido a 180°C, numa forma untada.
6. Quando arrefecer pode-se polvilhar com açúcar em pó e canela.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Em contagem decrescente...


A minha máquina fotográfica andou desaparecida. Por esse motivo, não tive oportunidade de fotografar as receitas que se têm feito na minha cozinha.
Entretanto, os meus presentes de Natal vão ganhando forma. Ainda falta fazer mais compotas e as trufas de chocolate negro.
O sal aromatizado, as compotas de tomate e de pêra já estão no ponto. O azeite aromatizado também. As caixas de chá são para oferecer às educadoras do meu filho e as molas para as embalagens são um miminho que este ano vou juntar aos meus cabazes.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Hamburgueres de couscous e queijo de cabra


A minha chef portuguesa preferida é a Mafalda Pinto Leite. Tenho todos os seus livros e sigo o seu percurso profissional com atenção.
Na grande maioria das vezes, todas as receitas dela que experimento fico fã. No entanto, com esta não foi bem assim. Se bem que a culpa é exclusivamente minha e do meu paladar, porque os hamburgueres ficam lindos e são muito fáceis de fazer.
Mas, para o meu gosto, o queijo de cabra é muito enjoativo, mesmo com a raspa do limão. A fazer novamente terei de alterar o tipo de queijo.

Ingredientes:

1 chávena de chá de couscous cozidos
180 gr de queijo de cabra
1 colher de sopa de raspa de limão
½ chávena de chá de folhas de salsa
2 colheres de sopa de óleo vegetal (usei óleo de grainha de uva)

Preparação:

1. Na bimby, colocar o couscous, o queijo de cabra, a raspa de limão e a salsa e misturar durante alguns segundos.
2. Temperar a gosto com sal e pimenta. Bater por um minuto ou até a mistura se assemelhar a pão ralado.
3. Formar hamburgueres de ¼ de chávena cada.
4. Aquecer uma frigideira antiaderente em lume médio. Adicione o óleo e cozinhe os hamburgueres por 3 minutos de cada lado ou até estarem dourados.
5. Servir com uma salada.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Batatas assadas


A minha grande dor de cabeça quando tenho de preparar uma refeição são os acompanhamentos. Gosto de ter alternativas apetitosas e diferentes.
Estas batatas arrebataram-me o coração logo ao primeiro olhar. 
Já não me lembro de onde retirei a receita, mas aqui fica um agradecimento sincero.

Ingredientes:

Batatas
Sal
Azeite
Alho picado
Tomilho (usei seco)

Preparação:

1. Lavar muito bem as batatas. Fazer golpes (sem ser até ao fundo) para ficar tipo leque.
2. Numa tigela misturar o azeite, o sal, o lho picado e o tomilho (ou outras ervas a gosto. Com óregãos também deve ficar óptimo) e regar as batatas.
3. Levar ao forno a 160º até estarem cozinhadas (no meu caso foi +/- 45 min).

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Blondie de Chocolate Branco e Hortelã


Fiz esta iguaria para servir com o café, depois de um almoço de família. Mas parece que apenas eu gostei. Fica com um travo óptimo a menta. Só para quem aprecia!
A receita veio da Elvira.

Ingredientes:

12 g de hortelã-chocolate fresca ou hortelã-pimenta (+/- 40 folhas médias) - usei hortelã comum
200 g de chocolate branco para culinária
125 g de manteiga + um pouco para untar
65 g de açúcar amarelo
2 ovos
35 g de miolo de amêndoa moído (sem pele)
70 g de farinha

Preparação:

1. Pré-aquecer o forno a 160ºC. Untar uma forma ou uma assadeira pequena - rectangular ou quadrada - com manteiga e forrar com uma folha de papel vegetal. Reservar.
2. Colocar as folhas de hortelã juntamente com o açúcar e pulverizar na Bimby ou usar um almofariz, pisando muito bem até a hortelã se apresentar finamente esmigalhada e misturada com o açúcar. Reservar.
3. Partir o chocolate branco em pedaços e colocar num recipiente resistente ao calor - ou num tacho anti-aderente, juntamente com a manteiga. Levar ao lume em banho-maria, mexendo com uma colher de pau ou uma espátula até ficar tudo bem derretido e cremoso.
4. Retirar do lume. Incorporar a mistura de açúcar e hortelã com o auxílio de uma vara de arames.
5. Adicionar os ovos - um de cada vez, batendo com a vara de arames após cada adição. Juntar o miolo de amêndoa moído e a farinha. Envolver com a vara de arames.
6. Transferir a massa para a forma e levar ao forno por 25 minutos, a 160ºC.
7. Retirar o bolo do forno e deixar arrefecer por completo antes de desenformar. Embrulhar o bolo numa folha de alumínio alimentar e reservar no frigorífico de um dia para o outro.
8. Retirar o bolo do frigorífico 10 minutos antes de servir. Cortar em quadrados e servir.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Está oficialmente aberta...


... a época natalícia nesta cozinha.
O forno já está em aquecimento. A dispensa recheada. Os livros de receitas devidamente marcados. E a cozinheira já vestiu o avental e está pronta para pôr as mãos na massa.
E como não podia deixar de ser, o blog vestiu-se a rigor. Está tudo preparado para o grande reboliço que vai ser!

Brioche caseiro


Cá em casa somos todos "pãozeiros", menos o meu filho. Faço várias receitas, porque gosto de variar os cereais e experimentar receitas novas, mas ultimamente este é o mais pedido pelo marido. Vai daí, que a MFP não tem tido descanso!

Ingredientes:

330 ml de leite morno
450 gr de farinha de trigo
50 gr de farinha custard *
1 pacote de fermento padeiro fresco
40 gr de açúcar (uso amarelo ou mascavado)

Preparação:

1. Amornar o leite e dissolver o fermento de padeiro. Colocar na cuba da MFP.
2. Juntar as farinhas e o açúcar e usar o programa "pão doce".

* Uso esta farinha em substituição dos ovos.


quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A excepção à regra, mas bem temperada!


É muito raro entrar carne de porco cá em casa. Além de não ser muito apreciada, não é das mais saudáveis. Mas não quer dizer, que de vez em quando, naõ se abra uma excepção para um lombo bem tenrinho.
Devo confessar, que este é o meu calcanhar de Aquiles na cozinha. Nunca gosto dos meus lombos. Mas este, por acaso, não ficou nada mal.

Ingredientes:

1 lombo de porco
Massa de alho
Massa de pimentão
Chouriço cortado aos bocados
Pimenta p.b.
Louro
Cebola
Azeite
Vinho branco
Tomate

Preparação:

1. De véspera, temperar o lombo com as massas (alho e pimentão), a cebola, a pimenta, o chouriço e um pouco de azeite.
2. Quando for para cozinhar, colocar o lombo e a seu tempero numa panela de pressão, com o tomate, um pouco de azeite e o vinho branco.
3. Deixar cozinhar pelo menos 30 min. (depende do tamnho do lombo).
4. Quando acabar o tempo, retirar o lombo, e deixar apurar o molho, rectificando os temperos e acrescentado líquido, se necessário.
5. Retirar as folhas de louro e triturar.
6. Cortar o lombo às fatias (uso uma faca eléctrica) e regar com o molho.

Nota: Faço tudo em crú, mas para quem quiser, também pode fazer um refogado antes de colocar a carne.
          Também costumo colocar coentros e hortelã, mas não tinha.



terça-feira, 23 de novembro de 2010

Pescada 3 cogumelos


Ao longo da nossa vida mudamos.
Vamos vendo a vida com outros olhos. A experiência faz milagres. Tornamo-nos mais exigentes, mais requintados. 
E com o gosto acontece o mesmo. Há coisas que eu abominava quando era mais nova e agora já não conseguia viver sem elas. Com os cogumelos foi assim. Mas apenas os frescos, porque os enlatados não sabem a nada (cá está a exigência e o requinte!). Por isso, quando vi esta receita na minha revista de culinária preferida (Blue Cooking) não tive dúvidas. E como diz o outro, não me enganei.

Ingredientes:

500 gr de mix de cogumelos
600 gr de pescada
Sal e pimenta q.b.
Azeite q.b.
2 dentes de alho picados
Salsa picada q.b. (usei coentros)
1/2 copo de vinho branco
 500 gr de puré de batata
Gema de ovo para pincelar (usei pão ralado aromatizado com alho)

Preparação:

1. Cozer a pescada em água com sal. Reservar.
2. Aquecer o azeite numa frigideira e adicionar os dentes de alho e cozinhar cerca de 2 min. Juntar os cogumelos e deixar saltear cerca de 5 min,mexendo de vez em quando.
3. Verter o vinho branco e deixar evaporar. Temperar a gosto com sal e pimenta.
4. Desfazer a pescada e juntar ao preparado anterior, bem como a salsa. Envolver bem.
5. Colocar o preparado no fundode um tabuleiro de ir ao forno.
6. Preparar o puré (fiz na bimby meia receita) e colocar por cima do preparado. Polvilgar com pão raldo ou pincelar com gema de ovo.
7. Levar ao forno pré-aqucido 180º até estar dourado. Servir com salada.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A perdição por um bolo de chocolate

Os bolos de chocolate são dos mais apreciados cá em casa. Volta e meia experimenta-se mais uma receita. Esta chamou a atenção pela simplicidade e rapidez. Duas permissas essenciais para quem tem filhos pequenos e não tem tanto tempo como gostaria para a cozinha!
A sugestão foi da Galinha Maria! E a família Amor aprovou.

Ingredientes:

1 chávena de açúcar
1 chávena de farinha
1 chávena de óleo (usei apenas meia)
2 chávenas de chocolate para leite
5 ovos
1 chávena de água a ferver

Preparação:

1. Misturar todos os ingredientes muito bem e no fim juntar a chávena de água a ferver.
2. Levar ao forno numa forma untada, a 180º cerca de 20 min.
3. Fica mal cozido. (Este ficou cozido demais, porque me distraí com o meu filho! :)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Tarte salgada com fiambre, cogumelos, alho francês e ricota



Entendo que a minha missão é proporcionar à minha família uma alimentação o mais saudável possível. Temos à nossa disposição, hoje em dia, muitos e variados produtos, mas a maioria deles são um verdadeiro atentado à saúde. Cá em casa não há o costume de comprar alimentos processados, com aditivos, conservantes e coisas que tais. Tenho muito cuidado quando vou comprar algum produto e perco bastante tempo a ler os rótulos, principlamente as coisas para o meu filho.
Isto tudo para dizer que prefiro perder mais um bocado de tempo, mas sentar-me à mesa de consciência tranquila. Acredito piamente na máxima: "Nós somos o que comemos".

Ingredientes:

Massa quebrada (usei caseira e integral)
Fiambre de perú aos quadrados
1 Alho francês
12 cogumelos frescos
Cebola
Alho
3 ovos
1 embalagem de ricota (em substituição das natas)
Sal
Pimenta

Preparação:

1. Fazer a massa quebrada ou usar de compra.
2. Fazer um refogado com a cebola, o alho e o alho francês. Quando estiver refogado, juntar os cogumelos partidos e o fiambre aos quadrados e temperar a gosto. Deixar cozinhar.
3. À parte, bater os ovos com a ricota e juntar ao preprado anterior. Nesta fase tamém se pode juntar queijo ralado.
4. Esticar a massa e colocar numa forma que possa ir ao forno.
5. Verter o preparado e levar ao forno até estar a gosto.
6. Servi com salada de rúcula e agrião.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Bacalhau com legumes gratinado

O bacalhau é, muito provavelmente, o meu peixe preferido. Eu sei que está em vias de extinção, mas não resiste a receitas de bacalhau.
Este foi feito durante a semana (preparado de véspera) e foi muito reconfortante chegar a casa, depois de uma dia de trabalho, e colocá-lo no forno.

Ingredientes:

Bacalhau desfiado
Cebola
Alho
Azeite
Bróculos
Cenoura
Bechamel
Mostarda
Batatas
Sal
Pimenta
Louro
Queijo emmental
Óregãos

Preparação:

1. Cortar as batatas às rodelas e fritar (usei a actifry).
2. Cozer o bacalhau e desfiá-lo.
3. Fazer um refogado com a cebola, o alho, o louro, a cenoura ralada e o azeite. Juntar o bacalhau desfiado, temperar e deixar tomar gosto.
4. Cozer os bróculos até estarem al dente (a vapor fica sempre melhor). Também se podem saltear em alho e azeite.
5. Preparar o bechamel ou usar de compra. Eu utilizo a Bimby par aesta operação (leite, ou neste caso, a água do bacalhau, farinha, azeite, sal, pimenta e noz-moscada e desta vez juntei um pouco de mostarda)
5. Num tabuleiro de ir ao forno colocar as batatas, por cima o refogado com o bacalhau, e depois os bróculos cozidos. Regar com o bechámel e colocar o queijo e os óregãos.
6. Levar ao forno até estar dourado.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Como fintar a gulodice!


Apesar de AMAR doces é muito raro fazê-los. É uma forma de não os comer. Infelizmente engordo só de respirar, por isso tenho que fechar a boca.
No entanto, também não sou fundamentalista. De vez em quando dou umas facadas na dieta. E quando não dou tento adaptar as sobremesas para que fiquem mais light, mas ainda assim saborosas. É um exercício giro, por acaso!
Esta receita vi no programa da Nigella. E como é óbvio fiz-lhe umas alterações.

Ingredientes:

Morangos
Açúcar (usei frutose)
Natas (usei iogurte grego sem açúcar)
Suspiros

Preparação:

1. Cortar os morangos e deixar marinar no açúcar para criar molho.
2. Bater as natas em chantily (usei iogurtes gregos, por isso não foi preciso bater).
3. Partir os suspiros com a mão e envolvê-los com as natas e juntar um pouco dos morangos previamente preparados.
4. Deixar mais um pouco de morangos por cima.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Crepes de espinafres recheados com atum

Tenho para mim que a cozinha não tem de ser sempre igual. A mim aborrece-me comer as coisas confeccionadas sempre da mesma maneira. Gosto de ir variando, experimentando, arriscando. É por isso que a cozinha é tão terapêutica e divertida.

Ingredientes:

1 chávena de espinafres crús
1 ovo
125 g de farinha
250 gr de leite
1/2 colher de sopa de azeite
1 pitada de sal

Recheio

Cebola
Alho
Cogumelos frescos
1/2 lombo de salmão cozido
1 lata de atum
Tomate
Azeite
Sal
Pimenta
Óregãos
1 pitada de farinha

Preparação:

1. Massa dos crepes: Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby e programar 15 seg, velo. 5.
2. Recheio: Triturar a cebola e os alhos na vel. 4/5. Juntar o azeite e refogar 5 min, 100º, vel. 1.
3. Juntar o tomate e os cogumelos partidos e refogar mais 5 min.
5. Adicionar o atum escorrido e o salmão, temperar com sal, pimenta e óregãos e deixar tomar gosto, mais 5 ou 6 min, 100º.
6. Se o preparado estiver muito líquido juntar um pouco de farinha e deixar engrossar.
7. Numa frigideira anti-aderente, deitar colheradas de massa e deixar cozinhar dos dois lados. Rechear ce enrolar.
8. Servi com arroz Thai-Jasmine e salada.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Pão de sementes

Tenho por hábito fazer o pão na MFP. Mas desta vez apeteceu-me fazer bolinhas, muito mais práticas para o dia-a-dia.
Utilizei a MFP apenas para amassar e levedar e depois foi só moldar os pães ao meu gosto.
Gostei imenso da experiência.

Ingredientes:

330 ml de água tépida
300 gr de farinha de trigo
200 gr de farinha de centeio
Sementes de girassol
Sementes de sésamo
Sementes de papoila
Sementes de linhaça
Sal
Fermento de padeiro fresco

Preparação:

1. Dissolver a o fermento de padeiro na água tépida.
2. Colocar esta mistura na MFP. Juntar as farinhas, o sal e as sementes a gosto (usei girassol e linhaça).
3. Programar para amassar e levedar (1h30).
4. Retirar a massa e trabalhá-la numa superfície enfarinhada.
5. Para colocar as sementes por cima, pincelei com um pouco de água, para as sementes aderirem melhor.
6. Levar ao forno até estar a gosto.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Courgetes recheadas

Nas minhas visitas ao supermercado, encontrei umas courgetes grandes, ideais para rechear. Há algum tempo que ando com desejo de comer tomates recheados, mas não tenho tido oportunidade de os fazer. Não são tomates. Não matei o desejo. Mas deu para saciar esta vontade de comer legumes recheados!

Ingredientes:

Courgetes
Carne picada
Chouriço picado
Cebola
Alho
Molho inglês
Molho de Soja
Azeite
Tomate
Pimenta
Coentros
Pão ralado (usei caseiro, aromatizado com alho e coentros)
Queijo (usei flamengo light)

Preparação:

1. Cortar as courgetes ao meio, retirando as extremidades. Escavar o seu interior e reservar a polpa.
2. Refogar a cebola e o alho no azeite. Juntar o tomate e deixar apurar. Adicionar a carne e o chouriço, temperar com um pouco de molho inglês e molho de soja e a pimenta. Deixar cozinhar a gosto (eu gosto apuradinho).
Se a quantidade de carne for pouca, pode adicionar-se a polpara da courgete. Eu tinha carne suficiente. Por isso usei a polpa numa sopa.
3. Depois da carne estar cozinhada, polvilhar com os coentros.
4. Rechear as courgetes, polvilhar com queijo ou pão ralado e levar ao forno (as minhas estiveram cerca de 40 minutos, a 180º).
5. Servi com arroz branco e salada.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

T-Bar e um novo mundo de experiências!

A minha cozinha tem mais um membro! Encomendei à Soraia este kit para fazer barritas de cereais e não só. Também dá para fazer "douradinhos" e outras iguarias. É preciso é ter imaginação.
Além do T-bar, propriamente dito, o kit traz ainda um estojo para colocar as barras de cereais e um livro de receitas. A colher de ovos foi uma simpática oferta.
Ainda não experimentei, mas quando tiver novidades venho aqui mostrar!
Obrigada à Soraia que é muito simpática.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Bolo de cenoura e um aniversário especial


Para mim este é o melhor bolo de cenoura do mundo, e como tal só podia ser o bolo de aniversário do melhor pai do mundo. O meu! 
A família adora esta receita e penso que toda a gente devia experimentar pelo menos uma vez! Este bolo é da Mafalda Pinto Leite e é absolutamente divinal.
Ingredientes:

2 ½ chávenas de farinha sem fermento
1 ¼ colher de chá de fermento
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 ¼ de chá de canela em pó
½ colher de chá de noz-moscada em pó
1/8 colher de chá de cravinhos em pó
½ colher de chá de sal fino
6 a 7 cenouras médias descascadas
1 chávena de açúcar
½ chávena de açúcar mascavado
4 ovos grandes
1 ½ chávena de óleo

Para a cobertura de queijo-creme:

225 g de queijo-creme
1 colher de sopa de natas azedas ( pode substituir por iogurte grego ou crème fraiche)
½ colher de chá de essência de baunilha
140 g de açúcar em pó


Preparação:
1. Aqueça previamente o forno a 180º C. Unte com manteiga uma forma rectangular e forre a base com papel vegetal, volte a untar.
2. Numa tigela pequena, misture a farinha, o fermento em pó, o bicarbonato de sódio, as especiarias e o sal, reserve.
3. Com a ajuda de um robô (ou com um ralador), rale as cenouras e adicione à tigela com a farinha.
4. Numa tigela de batedeira, bata os açúcares e os ovos até obter uma mistura espumosa. Com a batedeira a velocidade baixa, adicione devagar o óleo, bata até obter uma mistura de cor clara e bem emulsificada.
5. Adicione a mistura de cenoura até não haver rasto de farinha. Deite a massa na forma preparada e leve ao forno durante 30 minutos (rode a forma meio do tempo) ou até que um palito inserido no meio saia seco.
6. Retire do forno e deixe arrefecer na forma.

Cobertura de queijo-creme

1. Quando o bolo estiver arrefecido, bata o queijo-creme, as natas azedas e a baunilha até obter uma mistura cremosa e sem grumos, cerca de 3 minutos.
2. Junte o açúcar em pó aos poucos até obter a consistência desejada para barrar o bolo.
3. Vire o bolo, barre-o e corte aos quadrados se desejar.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Pão + equilíbrio aromatizado com alho e óregãos


Este pão fica muito aromático e é óptimo para servir como entrada. E o melhor de tudo é que não dá trabalho nenhum!
Servi com manteiga normal e patê de chouriço, que não fotografei, mas fiz a receita que vem no livro básico da Bimby.

Ingredientes:

500 g de farinha nacional +equilíbrio
Água
Alho picado (usei dois dentes)
1 Colher de sopa de óregãos (usei biológicos)

Preparação:

1. Colocar na cuba da MFP a água tépida e a farinha. Juntar o alho picado e os óregãos e deixar a máquina fazer o seu trabalho (usei o programa clássico).

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Arroz árabe à moda da Mãe


Para acompanhar o rolo de carne, o arroz árabe da mãe não podia faltar. Este vestiu-se a rigor para a festa!

Ingredientes:
Arroz (um que fique soltinho)
Cebola
Manteiga
Frutos secos (usámos pinhões e passas)
Sal
Açafrão

Preparação:

1. Refogar a cebola na manteiga. Quando estiver translúcida juntar o arroz e deixar saltear um pouco.
2. Juntar os frutos secos e misturar. Juntar o açafrão e o sal e acrescentar a água.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Rolo de carne em massa folhada

O meu pai fez anos há pouco tempo, e da ementa constava um belo rolo de carne envolto em massa folhada.
Optámos por não rechear, para não ficar muito enjoativo, uma vez que usámos a massa folhada. Mas se for feito sem ela, fica muito bem com recheio.

Ingredientes:

Carne picada
Chouriço
Cenoura ralada
Cebola
Alho
Ovo
Coentros
Sal
Pimenta
Pão ralado
Maçã ralada
Massa folhada

Preparação:

1. Envolver a cane com a cebola, o alho e os coentros picados, a maçã e a cenoura ralada e o chouriço picado. Juntar um ovo e pão ralado até ter a consistência desejada.
2. Temperar com o sal, a pimenta e outra especiarias a gosto.
3. Como este não foi recheado, não foi preciso estender a carne, apenas formar um rolo.
4. Levar ao forno, até está cozinhado.
5. Embrulhar com a massa folhada e levar novamente ao forno até dourar a massa.
6. Servimos com esparregado e arroz árabe.


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Pão de leite bicolor


Este pão de leite foi inspirado no blog da Gasparzinha. Ficou muito saboroso!

Ingredientes:

500 g de preparado para pão de brioche
1 colher de sopa de farinha de alfarroba (ou cacau em pó)

Preparação:

1. Seguir as instruções da embalagem e colocar na máquina do pão para amassar e levedar.
2. Retirar da máquina e dividir a massa em dois e juntar a farinha de alfarroba a uma das metades.
3. Esticar com o rolo da massa ambas as metades e sobrepô-las.
4. Enrolar como uma torta, pincelar com ovo ou leite (usei leite) e levar ao forno até estar a gosto.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Rolo de espinafres recheado com ricota de peixe


Para uma refeição leve, saudável e ainda assim reconfortante, aproveitei o forno ligado para fazer este rolo de espinafres que tinha visto no blog das Three Fal Ladies.
O recheio foi ditado pelos ingredientes que havia em casa e acabou por ficar muito bom, servido com um arroz soltinho!

Ingredientes:
350 g espinafres
3 ovos
Sal e pimenta
Recheio:
Peixe desfiado (usei pescada e garoupa)
Cebola
Alho
Ricota
Sal
Pimenta

Preparação:

1. Cozer o peixe e desfiar. Reservar.
2. Cozinhar os espinafres na frigideira, sem água, só para murcharem.
3. Deixar arrefecer um pouco e juntas as gemas, o sal e a pimenta e reduzir a puré.
4. Bater as claras em castelo e juntar ao preparado anterior.
5. Levar ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal, a 200º, por 5 a 10 min.
6. Para o recheio, fazer um refogado com a cebola e o alho, juntar o peixe e temperar a gosto. No final envolver a ricota até ficar com a consistência pretendida (também de pode usar um bechamel mais grosso).
7. Retirar o tabuleiro do forno, deixar arrefecer um pouco, espalha o recheio e enrolar como uma torta.
6. Servir com arroz.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Douradinhos sem o capitão Iglo!


Sou fã incondicional de comida caseira. Nos dias de hoje é bastante complicado fazer tudo, ou quase tudo, em casa, mas pelo bem da saúde acho que vale a pena o "sacrifício". E prova disso são estes douradinhos 100% caseiros feitos durante a semana.

Ingredientes:

1 filete de perca do Nilo (os do Pingo Doce são bastante grossos para fazer este género de receita)
Ricota
Alho
Óregãos
Pimenta
Sal
Pão ralado caseiro aromatizado com alho
Óleo para fritar (fiz na actifry)

Preparação:

1. Cortar o filete em tiras. Se forem muito fininhos podem-se fazer inteiros. 
2. Fazer uma mistura com a ricota, o alho picado, os óregãos, o sal e a pimenta (para quem não quiser usar ricota, o iogurte ou a maionese também funciona bem).
3. Barrar o peixe com a mistura (se for de um dia para o outro ainda melhor).
4. Passar por pão ralado (usei caseiro aromatizado com alho) e pressionar para que fique bem preso.
5. Fritar.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O primeiro bolo


Com a aproximação do 2.º aniversário do meu filho, deu-me uma nostalgia e fui rever as fotos do seu primeiro bolo. Fiz questão de ser eu a fazê-lo, com o coração cheio de amor e dedicação que só quem é mãe pode entender.
O bolo é apenas pão-de-ló recheado com doce de ovos e coberto de massapão e decorado com fios de ovos.

Como é óbvio, já ando a magicar o seu segundo bolo!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Diz que é uma espécie... de panna cotta

Eu adoro comer e fazer doces, mas como estou a tentar perder peso, torna-se complicado fazer o "gosto ao dedo".
Já aqui confessei que as minhas sobremesas favoritas conjugam doce e fruta. E a panna cotta é uma coisa que adoro.
Para esta receita, inspirei-me no blog da Panelaterapia, que ADORO, e fiz uma sobremesa bem rápido e light.

Ingredientes:

2 iogurtes naturais
3 colheres de sopara de frutose
1 colher de café de essência de baunilha
3 folhas de gelatina
Coulis de morango para decorar

Preparação:

1. Misturar os iorgurtes com a frutose e a baunilha.
2. Hidratar as folhas de gelatina em água fria. Depois de hidratas, dissolvê-las num pouco de água quente.
3. Juntar as folhas de gelatina já diluídas ao preparado do iogurte e colocar em taças (esta quantidade deu duas taças iguais à da foto).
4. Para o coulis: cortar os morangos aos bocados e levar ao lume com umas gotas de limão e uma colher de açúcar (usei amarelo).
5. Decorar as taças e servir bem fresco.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Bacalhau com legumes à brás

,
Nas refeições que preparo, tento sempre incluir legumes. Confesso que simplesmente cozidos não aprecio. Gosto bem mais de salteá-los em alho e gengibre ou gratiná-los. Num destes janteres semanais, pensei fazer um bacalhau à brás. E para enriquê-lo porque não juntar alguns legumes. Ficou bem agradével.

Ingredientes:

Bacalhau
Batatas palha (fiz na actifry)
Cebola
Alho
Cenoura
Courgete
Louro
Sal
Pimenta
Ovos
Leite

Preparação:

1. Cozer o bacalhau e desfiá-lo (compro já desfiado, mas o congelado que já está demolhado).
2. Ralar a cenoura e a courgete. Fazer um refogado com o alho, a cebola e o louro, e quando estiverem dourados juntar a cenoura e a courgete (como estão ralados cozinham rápido).
3. Juntar o bacalhau e deixar ganhar sabor.
4. Adicionar as batatas e envolver.
5. Bater os ovos com um pouco de leite (com natas também fica muito bom e permite que fique mais húmido) e temperar com sal e pimenta tendo em conta o sal do bacalhau e se usar batatas já fritas de compra.
6. Juntar este preparado à mistura e envolver, dexando cozinhar os ovos a gosto (nós gosamos mais húmido).
7. Polvilhar com coentros ou salsa e servir de imediato com uma salada.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Primeira brincadeira com pasta americana


Este bolo já tem algum tempo. Ainda não tinha o blog quando o fiz, mas decidi registar para a posteridade com uma foto a minha primeira tentativa de decoração de bolos com pasta americana. Gostei muito do resultado, apesar da massa ser extremamente doce.

Ingredientes:

5 ovos
1 iogurte
1 medida do copo de iogurte de óleo (coloco apenas 1/2 copo)
400 gr. de açúcar (coloco apenas 200 g)
150 gr. de farinha
10 gr. de fermento
Rapa de 1 limão

Preparação:

1. Colocar todos os ingredientes no copo, excepto a farinha e o fermento e misturar tudo 5 min, vel. 4.
2. Adicionar a farinha e o fermento e envolver 6 seg., vel. 3.
3. Levar ao forno numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha, 40 min aproximadamente a 180º.
4. Recheei com chocolate derretido com uma pouco de leite.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Creme de marisco


Fiz um caril de gambas (que não consegui fotografar, mas haverá mais oportunidades) e, de repente, apeteceu-me um creme de marisco, bem caseiro e saboroso. E não me arrependi! 

Ingredientes:

Fumet de gambas
3 alho franceses (só a parte branca)
1 dente de alho
6 cogumelos frescos
2 cenouras grandes
50 g de manteiga
50 g de azeite
500 g de fumet de camarão
1 cubo de caldo de camarão (não coloquei)
1 malagueta moída (não coloquei)
2 pacotes de natas (coloquei apenas 1)

Para o fumet:
125 gr de cabeças e cascas das gambas (só usei cabeças)
300 gr água, leite ou vinho (usei a água de cozer as gambas)

1. Colocar no copo da Bimby as cabeças das gambas e a água e programar 3 min, temp. 100º, vel. 5.
2. Coar e deixar arrefecer. Pode congelar-se.

Preparação:

1. Colocar no copo a manteiga e o azeite. Adicionar todos os legumes e programar 8 min., temp. 100, vel. 4.
2. Juntar o fumet, o caldo de marisco e a malagueta e programar 12 min, temp. 100º, vel. 2.
3. Nos últimos 5 min. incorporar as natas.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Panquecas

Não sei se gosto mais de crepes ou de panquecas. As da foto têm compota de framboesa, mas gosto muito delas intercaladas com queijo e doce!
A receita é da Mafalda Pinto Leite e acabou por ser um belo lanche de Domingo.

Ingredientes:

2 chávenas de farinha sem fermento
2 colheres de chá de fermento em pó
1/3 chávena de açúcar fino
2 ovos à temperatura ambiente
1 ½ chávena de leite à temperatura ambiente
70g de manteiga sem sal derretida

Preparação:

1. Numa tigela média, misturar a farinha, o fermento e o açúcar.
2. Noutra tigela, bater com uma batedora de varas os ovos, o leite e a manteiga derretida. ~
3. Deitar esta mistura dentro da tigela com a farinha. Bater bem.
4. Levar uma frigideira anti-aderente ao lume (baixo),colocando 1/4 chávena da massa para cada panqueca. Deixe cozinhar cerca de 2 minutos de cada lado ou até começar a ficar dourado.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Strogonoff adoptado


Na 3.ª feira fiz oito anos de casada. Queria fazer qualquer coisa em casa, intimista, porque gostamos mais de estar em casa do que de sair. E com um filhote de 21 meses, torna-se complicado sairmos à noite. Mas durante a semana, sem muito tempo, não podia ser nada muito complicado.
Nas minhas visitas, descobri este strogonoff no Figo Lampo. Pareceu-me delicioso. E é. Muito mesmo. Por isso mesmo vou adoptá-lo cá em casa!

Ingredientes:

500 g de carne de perú
200 g de cogumelos brancos
1 cebola
3 colheres de sopa de polpa de tomate
200 ml de caldo de legumes caseiro
1 1/2 colher de sopa de whisky
1 colher de chá de mostarda
1 iogurte natural ou grego + 100ml de natas frescas
Azeite
Coentros
Sal q.b.
Pimenta preta q.b.

Preparação:

1. Picar a cebola e refogar no azeite num tacho em lume brando.
2. Juntar a carne e deixar cozinhar por uns minutos.
3. Juntar os cogumelos cortados em fatias deixar refogar mais um pouco.
4. Juntar a polpa de tomate e o caldo de legumes, temperar com o sal e a pimenta e cozinhar por 10/15 minutos.
5. Juntar o whisky e deixar evaporar. Adicionar a mostarda, envolver bem e cozinhar por mais 5 minutos.
6. Verificar os temperos e juntar o iogurte e as natas.
7. Polvilhar com coentros e envolver bem e deixar cozinhar por mais uns minutos.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Croutons


Quando tenho pão mais velho, gosto muito de o utilizar para fazer croutons. Com a Actifry num instante estão prontos e são uma opção muito mais saudável do que os de compra para colocar em saladas ou em sopas cremosas.
Confesso, que muitas vezes os como como petisco!

Ingredientes:

Pão
Alho
Sal fino
Azeite

Preparação:

1. Cortar o pão aos quadrados pequenos; cortar os alhos e ralá-los.
2. Num recipente, colocar o pão, regar com azeite, polvilhar com sal fino e juntar o alho. Às vezes também junto óregãos, fica muito bom.
3. Colocar na Actifry até estar a gosto. Pode também fazer-se no forno.